Símbolos da cidade como o primeiro telefone da Colômbia, os vestidos da coroação das rainhas do Carnaval de Barranquilla e até cartas e manuscritos do Libertador Simón Bolívar conservam-se no Museu Romântico, uma casa no coração do bairro El Prado que pertenceu à família Freund. Aqui aprecia-se a importância histórica que Barranquilla teve para o país.