Antes de se converter em um teatro, o Camarín del Carmen foi um monastério construído no século XVII que hospedava as Carmelitas Descalzas. Depois que as religiosas foram expulsas do país pelo general Tomás Cipriano de Mosquera, o edifício serviu como quartel e hospital militar até 1880. Atualmente possui uma sala com capacidade para 500 espectadores.