O templo de San Andrés foi originalmente uma ermida cuja construção foi finalizada em 1591, devido à erupção do vulcão Galeras em 1580. Seu nicho central guarda uma imagem da Dolorosa, foco de atenção dos fieis durante as procissões da Semana Santa em Pasto. Esta igreja pertence ao setor conhecido como Rumipamba, palavra quéchua que significa ‘planície de pedra’.